logo IMeN

Ressaca, o mal que nos aflige no “dia seguinte”

Ressaca pode ser "a doença do dia seguinte", os sintomas incluem irritabilidade, fadiga, sede, dor de cabeça, náuseas, sensibilidade à luz e ao som e tonturas.
As causas desses sintomas variam, podendo estar relacionadas à desidratação, perda de eletrólitos pela urina ou suor, excesso no consumo de álcool e falta de sono.
De rotina, pode ser evitada com hiper hidratação pré, pós e depois da "agitação".
Aproveite para consumir durante as festas, líquidos ricos em eletrólitos, como água de coco, sucos, chás e caldos. Com isso resolve a desidratação e repõe os minerais.
Quanto? Pense em algo em torno de 2 litros por dia.
O tratamento pode ser sintomático, se não houver contraindicação, opte por mistura de cafeína (até 50mg por dose, pode tomar 4 doses por dia) e ácido acetil salicílico (no máximo, 500mg duas vezes por dia).

Na alimentação, opte por batata cozida com azeite e sal, caldos variados e salada de frutas com yogurte, finalize com uma ou duas xícaras de café. Via de regra, em 12 horas estará restabelecido.
No mais, como sempre, não abuse de sal, gordura, açúcar e álcool.

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br