logo IMeN

Vegetarianos que nos rodeiam

O mundo vegetariano está presente no dia a dia, todos temos parentes e amigos que se dizem vegetarianos.

Os vegetarianos correm riscos de saúde?
Essa é uma dúvida frequente no meu consultório.
Os pacientes, com dietas mal orientadas, podem apresentar déficits de peso, deficiências na dosagem sanguínea de vitaminas (B12 e D), ferro, cálcio e zinco, bem como, de proteínas e funções metabólicas.
Com isso, desenvolvem anemia, deficiências ósseas, queda da imunidade e perda da massa magra (músculos), além de algumas variações hormonais.

É muito importante a avaliação clínica e laboratorial rotineira. A avaliação individual correta, pode prevenir problemas sérios de saúde, liberando à prática alimentar no mundo vegano com maior segurança.
Eu tenho especial atenção em pacientes idosos, executivos(as) com alimentação irregular, praticantes de atividade física intensa, gestantes e crianças em crescimento, sem falar em períodos de pós internação hospitalar.

Querem conhecer os diversos grupos? Vamos lá.
Vegetariano: Não come nenhum tipo de carne.
Ovovegetariano: Não come nenhum tipo de carne, come ovos.
Lactovegetariano: Não come nenhum tipo de carne, come leite e derivados.
Ovolacteovegetariano: Não come nenhum tipo de carne, mas come leite e derivados e ovos.

Vegetariano estrito: Não come produtos de origem animal de forma radical, não ingere mel, por exemplo.
Vegano: Semelhante ao vegetariano estrito, também não consome produtos testados em animais.

Vamos ao bom senso, mudança de hábitos em alimentação pode ser uma boa opção, mas cuidado com radicalismos.

trans 
Get Adobe Flash player

IMeN - Instituto de Metabolismo e Nutrição
Rua Abílio Soares, 233 cj 53 • São Paulo • SP • Fone: (11) 3287-1800 • 3253-2966 • administracao@nutricaoclinica.com.br